Ajude a construir um novo Brasil!

“Não basta obstruir o socialismo e nem o comunismo; é preciso construir um novo Brasil”

Bandeira do Brasil

O Brasil tem uma prioridade absoluta: impedir a volta dos socialistas e comunistas ao poder. Com todos os olhares voltados para a desgraça de países vizinhos, e com o PT, PCdoB, e o PSOL oficialmente defendendo aquelas ditaduras assassinas, não há mais desculpa para quem alega ser paranoia de “reacionário”. É o que esse grupo sempre desejou implantar no Brasil, e quase conseguiu durante a era lulopetista.

Logo, obstruir o projeto totalitário de poder da extrema-esquerda deve ser o objetivo número um de qualquer pessoa razoável, decente e democrata cristã conservador. A prioridade é impedir o mal maior, a volta de Lula ou do lulismo socialista. A UDC é e sempre será a “verdadeira direita Conservadora”.

As regras para o apoiamento mínimo para a formação da nossa sigla UDC, ou seja, a forma de cálculo do total de assinaturas que devem ser coletadas para nossa homologação, está disposta na Lei nº 9.096/1995, também conhecida como Lei dos Partidos Políticos. Essas regras têm como objetivo atestar o caráter nacional da nossa legenda.

A UDC está colhendo assinaturas em todo Brasil, e temos que comprovar o apoiamento mínimo de eleitores não filiados a partidos políticos no total de, pelo menos, 0,5% dos votos dados na última eleição geral para a Câmara dos Deputados, não computados os votos em branco e os nulos. Essas assinaturas devem estar distribuídas por um terço, ou mais, dos estados, com um mínimo de 0,1% do eleitorado que haja votado em cada um deles.

Com base no total de votos dados nas Eleições 2018 para a Câmara dos Deputados, a nossa sigla UDC devem, portanto, coletar um total de 491.967 assinaturas em pelo menos nove Unidades da Federação.

Essas assinaturas, são feita em formulário próprio do partido UDC, que foi elaborado pelo TSE, e tem nosso CNPJ; a declaração de que os subscritores não são filiados a outro partido e apoiam a criação do UDC em formação; o nome completo do eleitor, título e zona; a data do apoio manifestado; a assinatura ou, no caso de eleitor analfabeto, a impressão digital. A veracidade das assinaturas e o número dos títulos são atestados pelos cartórios eleitorais.

Lei dos Partidos Políticos

Resolução nº 23.571_2018

Art 17 Constituição Federal 1988